quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

HOUVE UM TEMPO EM QUE EU PROMETÍ ME DISCIPLINAR, PORÉM...


Essa é a minha segunda tentativa de manter um blog. Na primeira eu desanimei. A obrigação de escrever todos os dias tornou-se pesarosa para mim depois da terceira postagem. Como em tudo na vida, eu me desanimei rápido, passada a novidade. Mas agora vai ser diferente, porque a necessidade fala mais alto. Estou longe da terapia há quase um ano e alguém vai ter que saber dos meus desabafos, quem mandou começar a ler?

Para começar a minha primeira postagem será a letra da música Alma Matters do Morrissey. Espero que você manje um pouco de inglês. Há músicas que falam por mim, e essa em especial é a minha cara.

Depois, se tiver paciência, dê uma lidinha em alguns textos que eu havia escrito no outro blog, e por favor, comente!!!

So : the choice I have made

May seem strange to you

But who asked you, anyway ?

It's my life to wreck My own way

You see : to someone, somewhere, oh yeah ...

Alma matters In mind, body and soul In part, and in hole

Because to someone, somewhere, oh yeah ...

Alma matters In mind, body and soul In part, and in hole

So the life I have made

May seem wrong to you

But, I've never been surer

It's my life to ruin My own way

You see : to someone, somewhere, oh yeah ...

Alma matters In mind, body and soul In part, and in hole

Because to someone, somewhere, oh yeah ...

Alma matters In mind, body and soul In part, and in hole

To someone, somewhere, oh yeah ...

Alma matters In mind, body and soul Part, and in hole

So to someone, somewhere, oh yeah ...

Alma matters In mind, body and soul Part, and in hole

To someone, somewhere, oh yeah ... Oh yeah ... Oh yeah, oh yeah Oh yeah ...

Um comentário:

Camila disse...

Deniseeee... Pára tudo!!!
É de uma curiosidade incomensurável o que a vida faz com a gente, né?! Te considero uma grande amiga, embora nosso contato - muitas vezes - fique um tanto quanto restrito às atividades da faculdade. E conheço, ao menos, o básico sobre você. Mas, por Deus, jamais pude imaginar que tivéssemos tanto em comum!!! Inúmeras vezes, me vi nas tuas linhas, perdida entre as tuas palavras... Isso é perfeito!!!