sexta-feira, 27 de março de 2009

PEOPLE ARE STRANGE



“As pessoas andam com os afins”
Matriarca da família BuscapéMoura

Será?

 Estive pensando sobre o número de pessoas estranhas têm passado pela minha vida ultimamente. Vou começar com o mais leve. O trabalho. Como já é sabido por você, leitor, eu trabalho no ‘braço social’ de uma empresa do ramo da construção civil. O pessoal é realmente estranho. Nós dispomos de um msn para uso interno, acontece que mesmo compartilhando a mesma sala, todos preferem o messenger. Parece normal, mas imagine a cena e veja se continua achando a mesma coisa: A sua colega de trabalho senta atrás de você, para ser ainda mais precisa, há 1 ½ metro de distância. Ela pergunta alguma coisa, mas fala pelo msn, e você então responde falando em alto e bom tom, como as pessoas ‘ditas normais’ falam. Ela volta à cadeira para o micro e continua a falar pelo msn. Essa atitude não é restrita a assuntos corporativos. Papos informais que deveriam acontecer em uma das nossas mesas são transferidos para essa ferramenta que na mão de certas pessoas vira vício.

A cada vez que você quebra o silencio parece que infringiu uma regra... E não há nada disso aqui, a empresa é super liberal. O negócio chegou e pegou, simplesmente porque as pessoas aqui são estranhas. Sempre ouvimos risadinhas em meio aos 
tec tecs do teclado... É realmente desagradável e estranho, nunca se sabe de quem estão falando, ou do que estão falando. É fúria sendo descontada nos teclados, e eles nem têm culpa... Estranho, muito estranho.

Os homens também são estranhos, às vezes. Sei que nós, mulheres, não somos tão fáceis de lidar, mas acho que somos mais transparentes. Veja só esses casos: 

O primeiro refere-se ao rapaz dos posts anteriores . Tudo foi muito estranho. Só fazendo um resumo rápido para você que pegou o bonde andando: Nós saímos umas quatro vezes, e apesar de algumas várias mensagens dizendo que me achava linda e que eu o fazia sentir bem, ele simplesmente não tomava atitude, aliás, não tomava atitudes normais, porque nas estranhas ele se tornou PhD.

Uma vez eu estava com amigas bebendo em um bar e enviei uma mensagem dizendo que estava conversando com elas e lembrei-me dele. Um adendo: eu já havia até desistido, as minhas amigas me incentivaram a continuar insistindo porque ele estava sendo muito fofo no início e poderia estar sofrendo por ser tímido. Mas até timidez tem limites não??? Enfim, enviei-lhe a tal mensagem.  Quais seriam as opções de respostas ditas “normais” para a situação?

a) Não responder.
b) Responder no dia seguinte para fazer um charme.
c) Ligar convidando para almoçar no domingo.
d) N.D.A.

Acertou quem chutou N.D.A.. O que o rapaz fez foi enviar-me uma mensagem, aliás, A MESMA mensagem no dia seguinte, no mesmo horário (às 2h40 da madrugada) só trocando os gêneros das palavras de femininos para masculinos. Estranho? Esse mesmo cara saia do MSN por volta das 23hs, porque ia dormir e tals. Um dia, quando eu dormi com o computador ligado, ele lá permaneceu. Acordei para trabalhar às 5 da matina e lá estava ele, o único contato on-line. O único verde naquele mar de cinza... Meu, as pessoas são realmente estranhas.

Outro exemplo. Há uns dois anos eu fui fazer teste para cantar em uma banda. Acabou não dando certo, mas conheci o compositor e dono da banda e o outro cantor. Quando eu mandei o meu áudio ele pediu também dados como a data e o horário do meu nascimento. Retornou o email com uma redação descrevendo-me por inteiro e dizendo que tudo em mim combinava e tals. Chegou o dia do teste e eu estava nervosa, rouca e cansada. Além de tudo o teste era do outro lado da cidade... Acabei não passando, mas ele continuou enviando-me emails mil falando sobre mim durante algumas semanas até que começou a dizer que tínhamos que ficar juntos e que ele já sabia que iria dar certo porque havia “estudado” e consultado os astros ou coisa que o valha. Cara, com todo respeito que tenho pelos astros e pela espiritualidade, que loucura! Cortei relações, afinal, o cara era casado.

Há pouco nos reencontramos e ele está se divorciando, mas continua a mesma coisa. No segundo email enviado por ele havia uma nova descrição de como eu sou espiritualmente e sentimntalmente (nos estudos dele, que fique bem claro). O líder de banda era exotérico e espírita. Ele pauta suas decisões amorosas em estudos sobrenaturais. Estranho???

Mas o mais bizarro de todos é o que me atrevo a contar agora. Eu realmente me achava muito moderna. Fora a violência nada mais me espantava. Eu tenho muitas pessoas no meu MSN com as quais não falo, e nem me lembro de onde vêm. Fato é que em numa fatídica noite de sexta-feira eu estava fazendo uma limpeza no meu MSN quando me deparei com um nome desconhecido, mas que estava on-line. Fui perguntar quem era, afinal, poderia ser um amigo meu que mudou de endereço, vai saber...

Mas não era. Tratava-se de uma paquera on-line. Nem chegou a ser paquera, aliás. Ele é bonitinho, troca os tempos verbais todos porque é gringo e eu acho isso 
‘so cute’, enfim. Fui conversando e começou o laboratório sentimental. Meu, eu tenho que estudar psicologia porque as pessoas sentem-se muito à vontade para falar comigo, inclusive sobre coisas bizarras.

Esse cara, por exemplo, me dizia que estava procurando alguém para namorar sério, e até casar. Dizia que estava cansado de ficar sozinho. Estranhei, lógico. Um cara bonito, bem resolvido financeiramente, gringo e no Rio de Janeiro não conseguir se relacionar com alguém? Muito estranho. Bem, claro que continuei investigando para ver se descobria algo novo. Perguntei então qual era a dificuldade que ele via em relacionar-se com as mulheres. Ele disse que seria direto. E o foi. Até agora estou constrangida com o que li. Segue o diálogo:

 
Lois Lane: Mas qual é o problema? Você é bonito, tem um bom papo, é bem resolvido financeiramente, e ainda é gringo e está no Rio de Janeiro. A mulherada deve ‘cair matando’ em cima de você _tive que explicar o significado de cair matando_
NONONO: É que eu tenho fantasias sexuais.

Nessa hora eu fiquei meio paralisada. Mil coisas passaram pela minha cabeça. Ele vestido de roupa de couro e pedindo para ser chicoteado, ele seguindo a filosofia George Michael “vamos transar em vias públicas mesmo!”, ele com duas mulheres... Enfim. Apesar de todo o constrangimento eu precisava saber de todo jeito qual era essa tal fantasia que o impedia de relacionar-se com mulheres. Então continuei.

 
Lois Lane: Mas você não pode ser mais específico? Juro que não conto para ninguém, só quero mesmo te ajudar (ãhan...)
NONONO: Sim, já cansei de esconder e eu quero ser feliz e agora, por isso vou ser bem sincero. Eu gosto de vestir-me de mulher.

Macacos me mordam! Cara, fiquei sem reação. Atônita. Claro que sempre soube que há homens que alimentam esse tipo de fantasia, mas nunca pensei que fosse conversar sobre esse assunto com um deles... Investiguei mais, queria detalhes sórdidos...

Lois Lane: Mas como assim, você quer casar com uma mulher e manter relacionamentos homossexuais?
nonono: Não, eu nunca saí com homens. Eu gosto de mulheres, mas gosto de ser dominado. Eu quero casar para ficar com uma mulher que me aceite do jeito que sou, eu aceito que ela tenha outros homens, mas eu quero ficar só com ela e quero ser dominado.

Nessa hora pensei em mandá-lo procurar um terapeuta para resolver isso num divã. Mas logo senti-me desencorajada a fazê-lo.

Eu falo sozinha, estou partindo para terceira formação profissional sem perspectivas de ‘me encontrar’ e já sofri por paixão platônica depois de adulta. Tá bom, eu uso vestido com allstar, e daí???Qual é o problema???

 “As pessoas andam com os afins”, já diria a matriarca da família Buscapé Moura. Eu tenho ‘meda’ de mim quando vejo o comportamento de algumas das pessoas com as quais me relaciono. Será que eu sou esquisita assim??? No way!

Mas que eu conheço umas pessoas bem estranhas, ah, isso sim...


People are strange    Presentinho para todos os estranhos! É só clicar!

3 comentários:

karina disse...

Fantástico... e não se iluda tem muito muito grinco loco andando por ai com atitudes bizarras!!!! kkkkkkk

Huguinho disse...

kkkkkk!!!!

Achei que o cara da tal banda fosse o vencedor, mas esta do gringo foi demais. Este lance aí da sua empresa não é normal mesmo!!!!Além de engraçado.
Texto fenomenal!!! Acho que cada um tem as suas esquisitices, mas têm umas que ultrapassam os limites.
Acho legal as mulheres usando vestidos com all star, por acaso o seu é azul?
Abraços!!!!

Huguinho disse...

Ah, esqueci de comentar: curti muito a frase da matriarca da família BuscapéMoura. Vou tomar a liberdade de postá-la no meu blog e vou colocar a fonte.
Beijos!!!